quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Wolfgang Amadeus Mozart

          Como sou ‘movido à canções’ não poderia deixar de conferir um modesto tributo ao maior compositor clássico de todos os tempos (especialmente na data de seu nascimento): Wolfgang Amadeus Mozart, um gênio que soube como mostrar ao mundo a grandiosidade de Deus, através da música.

Amadeus Mozart

Desde os três anos de idade, Mozart revelou excepcional aptidão para música, e durante sua existência, realizou ao todo 23 óperas, sendo a primeira delas composta aos doze anos, porém suas maiores obras foram elaboradas em seu último período de vida, sendo as mais conhecidas “As bodas de Fígaro”, “Don Giovani” e (minha preferida) “A flauta mágica”. Apesar das dificuldades financeiras e, sobretudo de saúde, apresentou-se por toda a Europa, chegando a receber homenagens de reis e do Papa da época!
O amigo virtual, Alexandre Cursino, autor do blog Ararauna, organizou duas interessantes postagens (com vídeos) sobre a obra imortal de Mozart, para vê-las basta clicar nos títulos "A flauta mágica""O réquiem de um gênio".

7 comentários, é um milagre!

Emerson Fialho disse...

Muito bom, meu amigo... Também sou movido a música (risos)!
Gostei da ilustra, principalmente dos detalhes, parabéns!

Grande abraço e fica com Deus.

Tatiana disse...

Mozart era realmente um gênio!
Desde criança mostrou o quanto o seu dom era brilhante.
Pena que teve uma vida sofrida demais e sua precoce morte foi um momento cercado de inúmeras tristezas.
Mas o importante é ressaltar que acima de tudo Ele marcou a história e merece ser lembrado e jamais esquecido!
Bela homenagem!
Um abraço carinhoso

VELOSO disse...

Mano sempre bom curtir seus trabalhos e sentir a calma com que você desenha os detalhes. Parabens sempre!

JoeFather disse...

Mozart tão gênio foi que até hoje permanece entre nós através de suas criações!

Parabéns pela homenagem e pela indicação do blog, vou conhecer!

Abraços renovados!

Alexandre Curcino disse...

Olá amigo Milton,

Conheci Mozart através de meu pai, que á motorista aposentado. Ele colocava os concertos no som em casa, reclinava-se ao sofá e curtia demoradamente o grande gênio. Eu... na época, estava afeiçoado à música eletrônica, porém, um dia (tinha 14 anos), fiquei curioso pra saber o que o agradava tanto! resolvi deitar tb no sofá e acompanhar (lembro até hoje) um concerto para Harpa, Flauta e Orquestra. Nunca mais deixei de ouvir Mozart!

Parabéns, com o sempre, pela ilustração e pelo post.

Abração amigo

Alexandre Curcino disse...

Olá amigo, como reestruturei meu blog, houve mudança nos links sugeridos pelo post. Peço a gentileza de verificar os links novos para que não fiquem quebrados, ok? Após efetuar as correções, se quiser, pode deletar este comentário, ok? Abração e obrigado por citar o Araraúna!

ANDRÉA disse...

Oi Milton,
Parabéns pelo trabalho!!!!
Sou suspeita pois sou sua fã

Um abraço e uma maravilhosa quarta-feira
Andrea

Related Posts with Thumbnails