sábado, 25 de fevereiro de 2012

Mau humor? Tô fora!

         Segundo um estudo realizado por uma Universidade da Carolina do Norte, e publicado na revista científica Circulation da Associação Americana do Coração, a raiva pode matar de verdade! Ou, no mínimo, aumentar o risco de sofrer um ataque cardíaco.

Mau humor mata, viva feliz

         Durante seis anos, a equipe (que estudou o comportamento de 13.000 homens e mulheres com idade entre 45 e 64 anos) descobriu que pessoas que se irritam intensamente, e com frequência, têm três vezes mais probabilidades de ter um infarto do coração, do que aquelas que encaram os problemas com mais serenidade.

Raiva mata, tenha vida feliz

         Isto acontece porque cada vez que a pessoa tem um episódio de raiva, o organismo joga no sangue uma carga extra de adrenalina. A concentração desse hormônio no corpo aumenta o número de batimentos cardíacos e estreita os vasos sanguíneos, o que faz com que a pressão arterial se eleve. A repetição desses momentos de raiva pode gerar a arritmia cardíaca (batimentos descompassados do coração), além de provocar a dilatação das placas de gordura que, por acaso, existam nas artérias.

Mau humor mata, viva feliz

         A propósito do tema reproduzo pequeno trecho do livro “Vida Feliz” do Espírito Joanna de Ângelis, piscografado por Divaldo Pereira Franco, que faz breve observação de como precavermo-nos desses tipos de atitudes. 

“No dia de hoje, pelo menos, coloca beleza nos teus olhos, a fim de fitares a vida com lentes mais claras.
Liberta-te das impressões negativas que te acompanharam ao leito, na noite passada, e dispõe-te a encarar o mundo e as pessoas com uma dose de boa vontade.
Notarás que o teu estado íntimo se renovará e tudo adquirirá vida agradável ao teu redor.
A boa vontade, em relação aos outros, retorna como simpatia e camaradagem deles, em relação a ti.
Enfrenta o dia novo, disposto a vencer e conquistando o espaço bom que te está reservado no mundo.”

Fontes de pesquisa para composição do texto:
Informativo SEI, nº 1678 (17/05/2000) do Lar Fabiano de Cristo
http://www.momento.com.br
Revista Veja, edição 1649 -17/5/2000

22 comentários, é um milagre!

Gislene disse...

Amei essa sua postagem!
A raiva não é um bom sentimento, precisamos nos policiar a cada instante.
Parabéns pelos desenhos!

Um abraço e um fim de semana bem bonito!

Gislene.

Berzé disse...

GRANDE amigo Kennedy!
Volto a esse mundo internético. Dei um longo tempo pra pensar e volto com mais calma(isso faz bem pro coração) pra ter o prazer de te visitar.
Abração!
Berzé

Leonel disse...

Sem dúvida, o humor afeta a nossa vida e sua qualidade...
Evitemos a raiva!
Abraços, Milton!

Emerson Fialho disse...

Muito massa sua postagem, meu amigo, parabéns!
Com certeza o mau humor se não matar deixa sequelas que às vezes são irreversíveis. Portanto, vamos sorrir!!!

Grande abraço e obrigado por sempre visitar meus trabalhos.

Muita paz e felicidades para você e família.

Lbz disse...

E ae,

Cara gostei das ilustras,ficou muito bacana...
e como disse a amiga ae de cima, a raiva não é um bom sentimento! curti msm a postagem.

Grande Abraço.

Luara® disse...

Mais uma vez, pra mim!
Achando aqui que vc é um 'anjo da guarda' que um dia, lá do outro lado, se comprometeu a dar uma força pra tua amiga mesmo morando afastado.
Tks!
Again.
Paz e luz.
*:)

Bruno Comotti disse...

Muito bom o post e as ilustras!
Mau humor tá com nada!
Seu blog sempre com muito conteúdo!
Parabéns Milton!

Julio Kansas disse...

Ótima postagem amigão!! E as ilustrações estão fantásticas. :D

JG Costa disse...

Curtir a vida sem atropelos é fundamental para se viver bem!

Parabéns pela postagem!

Abraços renovados!

Denise disse...

Milton, que demais suas gravuras!
E esse texto q vc escolheu da Joanna De Ângelis é muito bom.
Com relação à raiva, nossos sentimentos são vibrações e emitem energia. Essa energia é responsável por manter o equilíbrio de nosso organismo, entre outras coisas. Muita paz!

VELOSO disse...

A raiva causa muito males ao corpoe a alma e agora esta comprovado que pode matar.
Ainda bem que você postou um remediopara evitar isso!
Como diz aquela canção ...com os que erram feio e bastante que você consiga ser tolerante... Linda a mensagem do livro!
Vou compartilhar lá no FACE.
Um abraço mano.

Milton Kennedy disse...

Oi Denise, obrigado pelo carinho e a presença constante aqui no blog. Porém não mereço mérito algum pela indicação do texto da Joanna de Ângelis, este crédito pertence a competente equipe do informativo SEI. Eu apenas reproduzi o artigo. O único merecimento que eu possa ter são as toscas ilustrações da postagem.
Grande abraço, saúde e muita paz interior. Ah, e obrigado pelo pertinente comentário.
=D

Anne Lieri disse...

Tb tô fora de mau humor!Faço tudo pra manter uma boa paz dentro de mim e ao meu redor!Linda sua postragem,charges incriveis e msg final belíssima!bjs e boa semana!

Majoli disse...

Milton querido, gostei de saber sobre a raiva, mas o que mais me tocou foi esse texto do final.
Como você bem sabe, ando passando por momentos difíceis, não de raiva, mas psicológicos.
Essa mensagem no final me fez refletir e eu estava precisando disso.
Tenho sido muito negativa e isso está prejudicando muito minha saúde.

Gosto de ler textos psicografados, sempre tiro lições deles.

Beijos meu amigo e obrigada por seu carinho para comigo lá no rabiscos.
Tenha uma deliciosa semana, cheia de paz.

Jonathan Pires disse...

Po, que tenso isso aí hein
A pessoas gostam de andar por ai de mau-humor, tem que se ligarem.. aushuhsausha

Muito legal essa postagem, as ilustrações cairam muito bem.

Abraço!!

Mari Rodrigues disse...

É issso aí, nada de mau humor. Adorei os desenhos!!
Mari.

Elcio Tuiribepi disse...

OLá Milton...

Sabe que custei a ver o filme também...acho que na terceira tentiva é que consegui... mas valeu a pena...como expliquei lá no Verseiro é pra ser visto com outros olhos, talvez com o mesmo sentimento de que você citou aqui, colocando a beleza nos olhos, pois os asuntos abordados no filme falam do dia a dia de qualquer pessoa, independente de ser um palhaço ou não...
O seu desenho lembrou meu irmão...o Cacinho...ele é meio stressado com o computador...no transito..rs...uma figuraça...eu me considero mais calmo, raiva realmente faz mal a saúde
Muita paz e saúde...um abraço na alma...boa semana

Tatiana Moreira disse...

Oiiiiiiiiiiiiii...
Custei mais cheguei!rsrs
Tudo bem Kennedy? Espero que sim!

Acho o bom humor fundamental para uma vida mais leve...

A postagem ficou show, pois acima de tudo nos mostra que esse simples ato contribui para a nossa saúde física e emocional!

Dias ricos em dádivas para você!

:*

Majoli disse...

Meu amigo, tem versinho de presente pra você na postagem de hoje lá no rabiscos.
Vou adorar se for ler.
Espero que goste.
Beijos e meu carinho.

byTONHO disse...



Tu és MIL...tons!

Recebi notificação por e-mail, do comentário
lá no arquitetonho, mas o comentário não aparece no Blog.
Estranho... mas obrigado, meu Jovem!

Abraço-tchê!

:o)

Aleatoriamente disse...

Raiva, só a aplavra já trás medo.
Não sei o que é sentí-la e nem tenho vontade de aprender.
Mas a mensagem é linda, iluminada e confortadora.

Meu amigo Milton.Agradeço o carinho, você é um querido.
Beijinho

Gabi Bebel disse...

Esse post combina comigo porque vivo nervosa.kkk
Muito interessante. Parabéns

Related Posts with Thumbnails