quarta-feira, 1 de junho de 2011

Cavaleiro Solitário – The Lone Ranger

Yeah! Junho é um dos meses mais “maneiros” do ano, e para iniciá-lo bem gostaria de homenagear nesta postagem um personagem que trás boas lembranças da minha infância (eu não perdia um capítulo da série)! Refiro-me a ‘The Lone Ranger’.
Faço votos para que, quem viveu aquela época, possa matar a saudade através deste tosco desenho que produzi. E para aqueles que não tiveram a oportunidade de acompanhar o seriado, apresento-lhes o herói mascarado “Ke mo sah bee” (*) e seu amigo, o índio Tonto. 

Cavaleiro Solitário The Lone Ranger

The Lone Ranger, ou Cavaleiro Solitário era um afamado cowboy fictício do rádio, cinema e TV, criado por George W. Trendle e desenvolvido pelo escritor Fran Striker. Aqui no Brasil ele ficou conhecido (erroneamente) durante muito tempo por Zorro (talvez devido a máscara que jamais tirava do rosto). O fato é que a palavra Ranger causou certa dificuldade de tradução para o português, já que sua acepção original “policial rural do Texas” não fazia sentido em nosso idioma.
Lone Ranger possuía um eterno companheiro de aventuras, o fiel amigo e índio, Tonto (curiosamente o nome deste personagem foi mantido na tradução). Havia ainda Silver, um belo cavalo branco, famoso pelo grito que o herói dava ao se despedir: “Hi-yo Silver!”. Já a montaria de Tonto, um cavalo malhado, chamava-se Scout (Escoteiro, no Brasil).
       Duas características marcantes do mascarado eram que ele sempre usava balas de prata e jamais atirava para matar, preferia desarmar os oponentes com tiros certeiros em suas pistolas.



Curiosidades:
       Clayton Moore, ator que interpretava Lone Ranger, após o encerramento da série dedicou-se a fazer aparições públicas beneficentes, sempre vestido como o personagem. Porém foi proibido de se apresentar como o herói mascarado pelo uso indevido da marca. Passou então a usar óculos escuros e chapéu de cowboy, mantendo assim um ar de ‘mistério’ do mascarado. Moore fez a passagem para o outro plano em dezembro de 1999.
Já Tonto era interpretado por Jay Silverheels, um índio puro da raça Mohawk. Jay foi um grande atleta antes de se tornar ator, e foi um severo opositor à prática de contratar atores brancos para representar os índios.
(*)Ke mo sah bee, termo usado por Tonto ao referir-se a Lone Ranger, significa “fiel amigo” na língua Potawatomi.

Fontes de pesquisa:
Blog do Carlos Rosa
cinemania e wikipédia

7 comentários, é um milagre!

Tatiana Moreira disse...

Sabe Sr. Kennedy... Acho que sou uma "tonta", eu me considero uma "Ke mo sah bee"... Pois estou aqui sempre presente em suas postagens que tanto aprecio.rsrss

A música do momento sou suspeita para falar... Ela faz parte da minha vida!

Um abraço carinhoso

Berzé disse...

Velhos bons tempos!
Abração, Kennedy!
Berzé

O Alquimista3D disse...

Olá amigo Milton, nossa!! Não conhecia esse seriado, agora eu sei de onde vem o "Hi-yo Silver!", deveriam fazer remakes de seriados legais como esse. Ótima ilustração!! A roupa do Tonto, assim como os detalhes do cinto e da arma do Cavaleiro Solitário, e o fundo com as casas do velho oeste deram um toque a mais na ilustração!!

Abraços e até a próxima!!
Hi-yo Silver!!

Emerson Fialho disse...

Eita, foste longe, amigão!...
Eu lembro pouco desta série! Era pequeno mas tenho alguma recordação... hehehe

Parabéns pela ilustração, ficou show!

Abraço cordial e Deus sempre!

♥ κєκєl ♥ disse...

Nossa..que saudades da minha infância hehehe......éramos felizes e não sabíamos hehehe.....tão bom relembrar! Tua ilustração como sempre: FANTÁSTICA!

beijos

PS. Saiu agorinha mesmo o clipe sobre segurança no trânsito e tua ilustração nele......uhuuuuuuuuuuuu.

O endereço para veres é:

http://eeblmlibras.blogspot.com/2011/06/seguranca-no-transito.html

OBRIGADÃO PELA LIBERAÇÃO!!!!!!

VELOSO disse...

Aiou Silver! Valeu PELA ILUSTRAÇÃO E BOAS LEMBRANÇAS QUE ME TROUXE!

Lis Lapa Uchiha disse...

Muito legal, muito mesmo, o filme também é super divertido >.<

Related Posts with Thumbnails