terça-feira, 6 de agosto de 2013

Diante da consciência

         Olá amigos, apesar da notícia já não ser tão recente, trás importante lição a ser aplicada em nosso viver. Uma garotinha catarinense (na ocasião com 5 anos) encontrou R$20 mil escondidos num casaco que sua família recebeu como doação depois que perderam tudo numa enchente em 2008.

Diante da consciência

         Ao descobrir o achado da menina Daniele Maria Annater, seu avô Daniel Manoel da Silva, de 58 anos, iniciou uma busca a fim de devolver o dinheiro a quem doou o casaco. “Se o dinheiro fosse entregue nas minhas mãos, teria aceitado com certeza, pois agora precisamos. Mas é uma questão de criação, fui educado assim e estou com a consciência limpa” – afirmou Daniel.
         Se a quantia não houvesse sido encontrada, a família iria repassar o casaco a outros desabrigados, já que consideraram a roupa muito fina para o estilo de vida deles.
         Segundo o jornal ‘Estado de São Paulo’, em gratidão a sua honestidade, o avô da pequena Daniele foi presenteado com R$ 1 mil pelo dono do casaco.

Diante da consciência

       A respeito do tema, vale recordar oportuna página do livro “Estude e viva”, de Emmanuel e André Luiz, psicografado por Chico Xavier:

“A vontade do Criador, na essência, é, para nós, a atitude mais elevada que somos capazes de assumir, onde estivermos em favor de todas as criaturas.
Que vem a ser, porém, essa atitude mais elevada que estamos chamados a abraçar, diante dos outros? Sem dúvida, é a execução do dever que as leis do Eterno Bem nos preceituam para a felicidade geral, conquanto o dever adquira especificações determinadas, na pauta das circunstâncias.
Vejamos alguns dos nomes que o definem, nos lugares e condições em que somos levados a cumpri-lo:
Na conduta – sinceridade;
No sentimento – limpeza;
Na idéia – elevação;
Na atividade – serviço;
No repouso – dignidade;
Na alegria – temperança;
Na dor – paciência;
No lar – devotamento;
Na rua – gentileza;
Na profissão – diligência;
No estudo – aplicação;
No poder – liberalidade;
Na afeição – equilíbrio;
Na corrigenda – misericórdia;
Na ofensa – perdão;
No direito – desprendimento;
Na obrigação – resgate;
Na posse – abnegação;
Na carência – conformidade;
Na tentação – resistência;
Na conversa – proveito;
No ensino – demonstração;
No conselho – exemplo.
Em qualquer parte ou situação, não hesites quanto à atitude mais elevada a que nos achamos intimados pelos Propósitos Divinos, diante da consciência. Para encontrá-la, basta procures realizar o melhor de ti mesmo, a benefício dos outros, porquanto, onde e quando te esqueces de servir em auxílio ao próximo, aí surpreenderás a vontade de Deus que, sustentando o Bem de Todos, nos atende ao anseio de paz e felicidade, conforme a paz e a felicidade que oferecemos a cada um”.

Fonte:
Boletim SEI nº 2127 (3/1/2009) do Lar Fabiano de Cristo


17 comentários, é um milagre!

Ritinha disse...

Milton!
A paz e a tranquilidade da alma e coração não tem preço!
Ajudar ao próximo nos fortifica sempre!
Excelente postagem.
Bjs
Ritinha

✿ chica disse...

Linda tua ilustração e a notícia, comovente. Gestos assim nos fazem acreditar no futuro. Lindo post e texto! abração,chica

Patricia Galis disse...

Primeiro quero dizer que adorei ler o que temos que fazer em cada lugar e situação, como na rua gentileza e assim por diante, e esta menina foi uma fofa, tem muitas pessoas assim ainda eu acredito nisso, tudo que é desonesto não prospera pena que muitos levam anos ou jamais aprendem esta lição.

Trilhamarupiara por Kellen Bittencourt disse...

Olá querido amigo, bom estar por aqui novamente depois de algumas semanas em pausa no blog! Não me lembro deste caso mas adorei saber, que legal ver noticias assim, embora devessem ser naturais, mas hoje em dia não motivos de surpresa pessoas que ajem com honestidade assim, amei o texto que colocou para acompanhar! Abraçossss

Lex Dizih disse...

Grande Milton e seus excelentes posts...
Sim, eu ainda acredito que existem tantas pessoas boas nesse mundão, e que Deus as abençoe hoje e sempre.
Parabéns pela ótima ilustra, trabalho e por tudo!!
Forte Abraço

Clara Lúcia disse...

Bom dia, Milton!
Chico Xavier sempre muito bom, com suas psicografias.
Essas atitudes boas deveriam ser corriqueiras e não tão fora do normal, como tem sido ultimamente. Coisa de berço mesmo, de caráter, de atitude humana. Mas infelizmente isso tem que ser lembrando e ser dado como exemplo.
Sempre vale muito a pena ler, num meio noticiário em que se costumam só nos bombardear com tragédias.

Uma ótima semana!

Moro em um Kinder Ovo disse...

Seu texto é uma lição de vida, um mandamento a ser seguido.

Milton Kennedy disse...

Olá Beatriz, obrigado pelo comentário porém o mérito do texto pertence a competente equipe do boletim SEI, eu apenas reproduzi o artigo.
Abraços e paz interior.

Vera Lúcia disse...


Olá Milton,

Passando para conhecer o seu espaço.
Interessante que uma atitude que deveria ser corriqueira, por ser tão pouco comum, vira manchete de jornal nos tempos atuais. A atitude da família foi louvável, pois calcada na honestidade e em princípios sadios de valores.
A mensagem psicografada por Chico Xavier ilustra bem o tema e é muito linda e edificante.

Parabéns pelo blog.

Abraço.

tesco disse...

Que legal, Mílton, é pena que esses fatos tenham tão pequena repercussão, e nossa sociedade somente se lembre dos fatos escabrosos com que, como bem lembrou a Clara Lucia, a mídia se compraz em nos bombardear.
Parabéns pela divulgação, apesar de já ter algum tempo, não era de meu conhecimento.
Abraço.

Zilani Célia disse...

OI MILTON!
CONHECENDO TEU BLOG E LENDO SOBRE ALGO QUE AINDA NOS SURPREENDE E QUE DEVERIA SER NORMAL A HONESTIDADE.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

J Araújo disse...

É meu amigo, quando se é honesto a consciência fala mais alto. Mesmo em um mundo onde a maioria só pensa em "levar vantagem", tem uma minoria que serve de exemplo. Felizmente a honestidade não é um produto que se encontra à venda nas gôndolas de supermercados, senão era muito fácil dizer que tinha honestidade.

Obrigado pela visita e volte sempre que puder

abraço

Jonathan Pires disse...

Po, que demais. Eu acho que não tinha ficado sabendo dessa matéria.
Fico feliz e tbm é motivador saber que ainda existam pessoas assim. Que Deus abençoe essa família.

Parabéns pela postagem, meu amigo. Gostei bastante da ilustração.

Abraço!

Mateus Sousa disse...

eu ficaria com o casaco o que comprava 20 mil so de material de , desenhista kkkkkkkkkkkkkkkkk brincadeira muito boa a materia milton abçs

Patrícia disse...

Milton, eu não soube desse caso!!Q história linda, tão bom saber que há pessoas boas e honestas nesse mundo.
Nenhum dinheiro do mundo paga ter a consciência limpa diante de Deus e dos homens tb.
Abçs, fica com Deus e bomfindi

Patrícia disse...

Como pude quase esquecer, seu desenho está mais que lindo, adorei!!!!

Patrícia disse...

Milton obrigada pelo comentário sobre o livro e o blog do Carlos, não sabia q vc conhecia ele..ihhhh Setembro xiiiii ...não espalhe :D :D
Abçs e boa semana.

Related Posts with Thumbnails